De como fui batizado

O site InterrogAção, inspirado pelo escritor Luiz Ruffato, iniciou um movimento chamado Igreja do Livro Transformador. Nao se trata de uma doutrina ou culto, mas sim uma ideia baseada na percepção de que a literatura tem um poder transformador positivo nas nossas vidas tão  grande quanto as religiões ao nos despertar para a existência do outro e nos trazer diferentes visões de mundo e modos de pensar.

Acho a iniciativa uma boa sacada. Mostrar exemplos práticos de como a literatura deixou nossa vida mais feliz, interessante e plena talvez seja a melhor maneira de “converter” novos leitores e ampliar esse clube ainda restrito do qual tanto nos orgulhamos de fazer parte.

Tenho o orgulho de ter sido convidado pela equipe do interrogAção para dar meu testemunho depois do próprio Luiz Ruffato e do Alessandro Martins – editor do Blog Livros e Afins. O meu depoimento, que fala da primeira leitura de que lembro – um primeiro livro afetivo – você pode ver abaixo.

E que tal participar da provocação gravando seu próprio testemunho contanto como a leitura mudou sua vida?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: