Autores e Ideias 5

O que? 5ª edição do evento Autores e Ideias onde serão discutidos os rumos do mercado editorial na era da internet. Quando? 14/10/2010 no SESC Pato Branco às 21 hrs Quem? Ana Paula Maia, escritora, nasceu no Rio de janeiro. É autora dos romances O habitante das falhas subterrâneas (editora 7 letras / 2003), A … Continue lendo

NYC – PBO

Na fronteira de luz vejo a casa dividida em duas. De um lado a cozinha e sua cor branca, estéril, do outro a iluminação amarela da sala, menos clara, mais humana. Sigo a réstia de escuro, me acomodo no sofá, uma dose, um DVD dos favoritos, o ritual do cachimbo. Agarro-me às volutas do fumo, … Continue lendo

[review] TRAPO – Cristovão Tezza

O professor aposentado Manoel, pequeno traste simpático, como define em sua cuidadosa amargura tão cultivada quanto sua velha casa, espremida entre os prédios, cuidada como a rotina auto-imposta que criam os velhos para levar a vida têm sua inércia interrompida pela figura explosiva, vulgar, colorida de Izolda Petroski, dona de pensão. Izolda, instruída por um … Continue lendo

Uma Noite em Curitiba – Cristovão Tezza

Inicio aqui os posts de preparação para a nova etapa do ciclo Autores e Idéias que aqui em Pato Branco vai ter mediação minha (dia do evento: 29/09/2010 as 20:00 hrs)e a presença dos ilustres Daniel Piza e Cristovão Tezza. Pra comecar preparei alguns posts falando de alguns livros do escritor paranaense (Disponiveis na biblioteca … Continue lendo

[Crônica] Um Autor e Algumas Idéias Ou Sobre Uma Estrela Literária

Máscaras e outros acessórios de vestuário antigamente separavam o homem comum do deus. A verdadeira mágica é o teatro que por instantes alça homens ao papel dos deuses – homens estes por vezes os atores, por vezes a platéia a deleitar-se com a comédia humana. Gregos, espertos que eram, tinham deuses demasiado humanos, a repetir … Continue lendo

O Surrealista Insone

Minicontos sem sentido que não cabem em seu lugar Aonde o Surrealista Insone vai buscar sua matéria prima? O Surrealista Insone abre as janelas do escritório e pensa, espreme idéias, agita pensamentos até que eles comecem a sair, tal ectoplasma dos antigos médiuns, em seguida o Surrealista Insone passa a noite trabalhando com delicado instrumento de precisão … Continue lendo

Decepções: Microcoletânea de Microcontos.

Minimas decepções e nem mais um piu. Paixão Aff, prefiro titanic… que paixão que teve nisso aí? diz a mocinha desavisada na saída da encenação. Carpinejando Feio como poucos, polia a careca. Na cabeça filamentos (idéias, não cabelos) a brilhar como ouro (que tolo)! Guitar Hero Tocava incomodado. No bar ninguém o via, ninguém o … Continue lendo

Primavera dos Dentes

[Sobre amor, liberdade e outras coisas –principalmente as vermelhas] 07:00 – Amarelo Acordou atrasado. Expulso da cama pelo fedor insuportável, prendeu a respiração enquanto arrumava-se apressado – não gostava de se olhar no espelho e hoje tinha uma desculpa perfeita. Jogou água no cabelo, um punhado de gel, duas passadas de mão e estava pronto, … Continue lendo

Mãos

Bêbado, soluçando, cambaleia pela rua deserta ainda encarando a pedra que ocupa o lugar que foi da garrafa no embrulho de jornais. Ingrata! E pensei que iríamos nos casar! Tentou mais uma vez, e outra, não adiantava, a aliança não sairia. Tremendo de ódio levantou a pedra e com três golpes executou a solução que … Continue lendo

Castigo [microconto]

Chegou ao trabalho cedo, mais quieto que o de costume, agarrou-se ao rodo e declarou que decidira esfregar o chão – é bom pra disfarçar o caminhar – pensou. Não foi a única coisa que pensou entre o vai-e-vem do pano-de-chão, afundado no cheiro da água sanitária que disfarçava o cheiro de gente velha que … Continue lendo